CITROËN APOIA EDIÇÃO 2016 DO FESTIVAL VARILUX DE CINEMA FRANCÊS

Filmes da mostra ficam em cartaz em 50 cidades entre os dias 8 e 22 de junho; Citroën disponibiliza veículos para divulgação do evento.  

A Citroën do Brasil apoia mais uma vez o Festival Varilux de Cinema Francês, evento que na edição 2016 ganha uma semana a mais de exibição, sendo realizado entre os dias 8 e 22 de junho. Os filmes da mostra ficam em cartaz em 50 cidades, com15 longas-metragens inéditos e, tradicionalmente a cada festival, um grande clássico do cinema francês. 

O Festival Varilux já se consolidou como a primeira mostra de cinema com abrangência nacional, fazendo parte do calendário cultural do Brasil. Como apoiadora, a Citroën disponibiliza veículos da marca para a equipe e os artistas que promovem a mostra em São Paulo e no Rio de Janeiro. Também como parte da ação, a Citroën ofereceu uma cota de 200 convites da pré-estreia a clientes cadastrados no site de relacionamento da marca, o  My Citroën. Sendo assim, os primeiros que efetuaram o resgate deste benefício participam como convidados da abertura do festival.

 

“A Citroën apoia o Festival Varilux justamente por fazer parte da essência da marca o incentivo à arte e à vanguarda. Por isso é tão importante para a Citroën envolver nossos clientes. Para todas as ações culturais que promovemos procuramos oferecer exclusividades por meio de convites ou outros benefícios. Eles podem ser resgatados pelo portal de relacionamento, o My Citroën, desde que o cliente esteja cadastrado no site”, destaca Nuno Coutinho, diretor de Marketing da Citroën do Brasil. 

 

Principais filmes em cartaz
Entre as estrelas do festival está o cineasta Roschdy Zem, que apresenta o longa “Chocolate”, estrelado pelo ator francês Omar Sy, hoje mundialmente conhecido e admirado mundialmente por sua atuação em “Intocáveis”. No filme, ele interpreta o primeiro artista circense negro na França da Belle Époque. O festival exibirá também o filme “Meu Rei”, de Maïwenn, seleção oficial do Festival de Cannes 2015. Este drama conta com as estrelas Vincent Cassel e Emmanuelle Bercot, premiada com a Palma de Ouro de melhor atriz. E o ator vencedor do Oscar Jean Dujardin volta às telonas em “Um Amor à Altura”, comédia romântica de Laurent Tirard. Na produção, Dujardin ajudará a personagem de Virginie Efira a encontrar seu telefone celular perdido e essa história tomará um rumo inesperado.

 

Como já é esperado pelo público, o festival exibirá ainda um grande clássico francês. O escolhido deste ano é o filme “Um Homem e uma Mulher”, de Claude Lelouch, em homenagem ao seu 50º aniversario de lançamento. O romance com Anouk Aimée e Jean Trintignant foi o vencedor da Palma de Ouro em 1966 e também do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e roteiro original no ano seguinte.

 

Como incentivo à formação de novos públicos, ao todo 20 cidades receberão as sessões educativas do Festival Varilux. E, como de costume, o evento terá sessões de democratização em espaços alternativos do Rio, São Paulo, Brasília e Belo Horizonte. “O Festival Varilux já se consolidou como um dos principais eventos incentivador e difusor da cultura francesa no Brasil. O público já reconhece a sua importância e, mais do que isso, espera ansiosamente pela realização do festival. Por isso, ganhar uma semana a mais de exibição é um presente para nós, realizadores, e principalmente, para o fã do bom cinema francês”, afirma Christian Boudier, diretor da Bonfilm e do Festival Varilux.

 

 

Top