Citroën Racing

Compromisso Citroën com o automobilismo mundial

Uma história de sucesso

Desde a "Croisière Noire" e "Croisière Jaune" em 1924 e 1931 até o sucesso no rali Paris-Dakar, WRC, o compromisso WTCC e títulos em 2014, a marca sempre aplicou seus valores de criatividade e tecnologia no automobilismo.

CITROËN RACING

Todos os dias, no QG da Citroën Racing em Versailles Satory, 196 colaboradores do departamento de automobilismo da Citroën e DS trabalham para fazer do automobilismo um verdadeiro campo de provas do Creative Technologie.

O QG de Satory

Concepção dos veículos de competição

Logística

Presente em Satory desde 2000, o QG da Citroën Racing forma a espinha dorsal desta máquina de vitórias.

Desde o hall de exposições até os escritórios dos engenheiros, as oficinas, laboratórios, o armazém de peças de reposição e linhas de montagem, o QG que fica em 19 Allee des Marronniers - medindo 15.000 m2, e também com a pista de testes anexa chamada Val d'Or, que são verdadeiras fortalezas do expetise da marca em automobolismo.

Veja o passo-a-passo das principais fases da produção dos veículos de competição da Citroën Racing.

Modelagem Computadorizada

Modelagem Computadorizada

Da concepção geral ao menor detatalhe, mais de 4.000 planos são produzidos em estações de trabalho CAD durante o desenvolvimento de um novo carro. A Citroën Racing utiliza tecnologia desenvolvida pelo Grupo PSA para calcular a resistência dos materiais e fluídos mecânicos.

Laboratório de plásticos

Citroën Racing - Laboratório de Plásticos

É neste laboratório que carros como o DS 3 WRC nascem. Um modelo em escala inicial de um quarto do tamanho real é produzido para refinar o projeto e realizar os testes iniciais em túnel de vento antes da produção de um modelo em tamanho real.

Laboratório de Carroceria

Citroën Racing - Laboratório de Carroceria

O laboratório de carroceria lida com a construção do chassi. Começando com o cockpit, os técnicos cortam, ajustam e soldam os tubos da gaiola, o túnel de transmissão, os pontos de ancoragem de suspensão e os reforços.

Departamento de Motor

Citroën Racing - Departamento de Motor

Ainda utilizando o exemplo do DS3 WRC, é neste departamento que, pela primeira vez, 100% das peças do motor foram projetados pela Citroën Racing, incluindo o bloco de cilindros. Em cerca de duas semanas é montado um motor e testado em uma bancada de ensaio, localizado na porta ao lado.

Laboratório de Powetrain

Citroën Racing - Laboratório de Powertrain

Dois laboratórios - "Suspensão, direção e freios" e "Caixa de câmbio e transmissão" - grupo de estação de trabalho dedicada aos componentes do powertrain, incluindo amortecedores,  berços, freios e direção que ficam no primeiro grupo e caixas de câmbio e sistemas de transmissão para o segundo grupo..

Laboratório de Elétrica e Eletrônica

Citroën Racing - Laboratório de Elétrica e Eletrônica

O laboratório de elétrica e eletrônica tem a tarefa de produzir o cabeamento. Demora cerca de sete semanas para montar cada conjunto de cabos, composta por milhares de pontos de conexão.

Laboratório de Metrologia

Citroën Racing - Laboratório de Metrologia

Independentemente da origem dos componentes (produzidos internamente ou por terceiros), utilizados nos veículos de automobilismo, todos passam por testes no laboratório de metrologia, que está equipado com unidades de medição 3D.

Oficina de Montagem

Citroën Racing - Oficina de  Montagem

Após o armazenamento no estoque, as peças são montadas na linha de montagem. Esta área, dividido em duas partes principais, é usada para produzir os veículos de competição e os outros veículos de teste.

Veja abaixo os principais números da logística do Citroën Racing Team:

  • 40 pessoas em cada corrida e 20 pessoas por sessões de treino, em média. 
  • 25 eventos nos dois campeonatos e cerca de 15 sessões de treinos. 
  • 20 caminhões para corridas e treinos.
  • 12 contêineres embarcados para WRC ao redor do mundo e eventos do WTCC.
  • 10 toneladas de carga aérea para cada evento do WRC. 
  • 15 mil refeições por ano. 
  • 1.500 passagens de avião por ano. 
  • 400 veículos alugados por ano. 
  • 5 especialistas em logística e 15 pessoas responsáveis pelos equipamentos (condutores, instalação). 
  • 6500 diárias de hotel por ano.
Top