CITROËN TOTAL ABU DHABI É VICE-LÍDER NO MUNDIAL DE RALI

Equipe colocou dois DS 3 WRC entre os seis primeiros lugares. 
No WRC Junior, Quentin Gilbert/Renauld Jamoul venceram mais uma vez e conquistaram o título.


A Citroën Total Abu Dhabi World Rally Team entra na fase final do Campeonato Mundial de Rali (WRC) lutando pelo vice-campeonato. A equipe colocou dois carros entre os seis primeiros colocados no Rali da França, antepenúltima etapa da temporada: Kris Meeke/Paul Nagle terminaram em quarto lugar, enquanto Mads Ostberg/Jonas Andersson ficaram em sexto. Outros destaques da Citroën Racing foram a vitória e o título de Quentin Gilbert/Renauld Jamoul na classe WRC Junior.

Dias antes do início do rali, a região da Córsega foi submetida a chuvas fortes, que causaram enchentes e provocaram o cancelamento de dois estágios da competição. Os carros largaram sob chuva e com as estradas bastante escorregadias. Contudo, desde o primeiro dia, os DS 3 de Kris Meeke/Paul Nagle e Mads Ostberg/Jonas Andersson se colocaram entre os dez primeiros. No segundo, Meeke/Nagle subiram para o quarto lugar (haviam finalizado o dia anterior em oitavo), enquanto Ostberg/Andersson ocupavam a sexta colocação.

           

Na largada para o último dia, as condições climáticas já haviam melhorado, mas as condições de piso permaneciam bastante difíceis. Os pilotos da Citroën Total Abu Dhabi World Rally Team, surpreendidos por algumas zonas úmidas em alguns trechos, decidiram concentrar-se em defender suas posições, sabendo que elas seriam fundamentais para cumprir o objetivo de recolocar a equipe no segundo lugar entre os fabricantes.

           

Kris Meeke estava apenas 6,5 segundos à frente de Kevin Abbring nos tempos acumulados – e soube que seu adversário havia saído da pista no estágio 8, o penúltimo do rali. Assim, o irlandês terminou em quarto lugar na classificação final. Ostberg se beneficiou do abandono de Abbring, mas não pôde descontar a diferença que o separava de Hayden Paddon e subir para o quinto lugar. O norueguês manteve o sexto lugar e deu sua contribuição para a equipe assumir a vice-liderança entre os fabricantes, além de fortalecer sua quarta colocação no campeonato de pilotos.

           

O terceiro carro inscrito pela equipe, tripulado por Stéphane Lefebvre/Stéphane Prevot, cumpriu seu objetivo de chegar ao final e proporcionar horas de voo ao novato piloto francês. Ele terminou o rali em 11º lugar, a apenas 14 segundos da zona de pontuação. Lefebvre estará novamente ao volante do DS 3 WRC na próxima etapa, o Rali RACC Catalunya-Costa Dourada, com o objetivo de adquirir ainda mais experiência.

           

Na classe FIA Junior WRC, Quentin Gilbert/Renaud Jamoul venceram pela quarta vez na temporada com seu DS 3 R3-MAX e conquistaram o título, sucedendo Lefebvre como campeão da categoria. Na próxima temporada, Gilbert pilotará um DS 3 R5 na classe WRC2.

           

Yves Matton, chefe da equipe, ficou satisfeito com o resultado obtido na França: “Um de nossos objetivos para esta temporada é terminar em segundo lugar no Campeonato de Fabricantes. Terminar com os dois DS 3 WRC entre os seis primeiros significa que voltamos ao segundo lugar na tabela. É um resultado satisfatório no final de um evento pouco convencional. Temos dois ralis para consolidar nossa posição. Na Espanha e em Gales, teremos simplesmente que estar concentrados e comprometidos em atingir nosso alvo”.

           

Kris Meeke: “Foi um rali difícil, com condições únicas. Eu não estava muito confiante na largada, mas o objetivo era acima de tudo terminar o rali sem problemas. Quarto lugar é um resultado sólido. Gostaria de ter sido mais rápido, mas os pontos marcados por mim e por Mads eram muito importantes. No fim do rali, recuperamos o segundo lugar entre os fabricantes”.

           

Mads Ostberg: “As condições climáticas tornaram a prova especialmente difíceis. Nunca vi condições como estas em um rali. No primeiro dia, estávamos acima de tudo chegar ao final dos estágios e isso funcionou muito bem. Quando as estradas secaram, não fomos tão rápidos e perdemos algumas colocações. Sexto lugar ainda é um bom resultado para nós, nos dois campeonatos. Não é comum percorrer estágios longos e é preciso conservar pneus e freios. Agora estamos focados no Rali da Catalunha e seu percurso com mistura de pisos. Vai ser minha volta aos pisos de terra depois de me ausentar do Rali da Austrália”.

           

Stéphane Lefebvre: “Aprendemos muito mais uma vez no DS 3 WRC durante este rali. As condições estavam terríveis nos dois primeiros dias. Não assumi nenhum risco para acumular tanta quilometragem quanto fosse possível. Quanto as estradas secaram, pudemos andar mais rápido. Dada nossa pouca experiência, um clima melhor nos daria chances de mostrar que podemos ser competitivos. Infelizmente, cometemos um erro no Power Stage que nos custou um lugar entre os dez primeiros”.

           

Quentin Gilbert: “Estou muito feliz por vencer na Córsega e assegurar o título no fim do rali do meu país. Fomos muito cuidadosos na largada porque as condições eram realmente difíceis. Nas estradas secas, pudemos andar mais forte. No último dia, nós basicamente tivemos que administrar a liderança. Estou feliz por dividir esta vitória com meu copiloto Renaud Jamoul e minha equipe. Tivemos uma temporada excelente e estou ansioso pelo próximo ano!”.

 

Rali da França – Córsega – 1º a 4 de outubro  

1. Jari-Matti Latvala / Miikka Anttila (Volkswagen Polo R WRC) 2h39:46.7
2. Elfyn Evans / Daniel Barritt (Ford Fiesta RS WRC) +43.1
3. Andreas Mikkelsen / Ola Floene (Volkswagen Polo R WRC) +46.3
4. Kris Meeke / Paul Nagle (DS 3 WRC) +1:33.4
5. Hayden Paddon / John Keenard (Hyundai i20 WRC) +1:53.6
6. Mads Østberg / Jonas Andersson (DS 3 WRC) +1:59.8
7. Dani Sordo / Marc Marti (Hyundai i20 WRC) +2:10.4
8. Bryan Bouffier / Thibault de la Haye (Ford Fiesta RS WRC) +2:12.8
9. Stéphane Sarrazin / Jacques-Julien Renucci (Ford Fiesta RS WRC) +2:39.3
10. Ott Tanak / Raigo Molder (Ford Fiesta RS WRC) +3:43.0
11. Stéphane Lefebvre / Stéphane Prévot (DS 3 WRC) +3:56.3…

 

Classificação do Campeonato Mundial de Pilotos  

1. Sébastien Ogier 238 pontos
2. Jari-Matti Latvala 160 pts
3. Andreas Mikkelsen 126 pts
4. Mads Østberg 98 pts
5. Thierry Neuville 86 pts
6. Kris Meeke 83 pts
7. Elfyn Evans 81 pts
8. Hayden Paddon 66 pts
12. Khalid Al-Qassimi 9 pts
29. Stéphane Lefebvre 1 pt

 

Classificação do Campeonato Mundial de Fabricantes

Volkswagen Motorsport 369 pts

Citroën Total Abu Dhabi WRT 184 pts

Hyundai Shell WRT 183 pts

M-Sport WRT 170 pts…

 

Categoria Junior WRC (três primeiros)

1. Quentin Gilbert / Renaud Jamoul 2h57:01.2
2. Terry Folb / Franck Le Floch +1:18.8
3. Yohan Rossel / Benoît Fulcrand +1:24.2

 

Campeonato FIA Junior WRC (três primeiros)

1. Quentin Gilbert 106 pts 

2. Ole Christian Veiby 52 pts 

3. Henri Haapamaki 48 pts

Top