DS 3 INICIA MUNDIAL DE RALI COM QUINTO LUGAR EM MONTE CARLO

Colocação foi conquistada com os jovens franceses Stéphane Lefebvre/Gabin Moreau. O outro DS 3, da dupla Kris Meeke/Paul Nagle, lutou pela vitória até ter de abandonar a prova.

A equipe Abu Dhabi Total WRT inicia a temporada 2016 do Campeonato Mundial de Rali (WRC) com o quinto lugar no Rali de Monte Carlo, obtido pela dupla francesa Stéphane Lefebvre/Gabin Moreau. Pilotando um DS 3, o jovem piloto Lefebvre, competindo pela primeira vez com seu navegador atual Gabin Moreau, obteve seu melhor resultado no WRC. O outro DS 3 da equipe, tripulado por Kris Meeke/Paul Nagle, liderou a fase inicial do rali até ser obrigado a abandona-la, devido a danos na caixa de câmbio e no radiador - causados por uma batida em uma pedra oculta sob o piso de terra coberto por neve. A vitória ficou com os atuais campeões mundiais Sébastien Ogier/Julien Ingrassia.

Lefebvre/Moreau tiveram um rali bastante atribulado. No começo da prova (disputada sob muito frio e com as estradas cobertas de neve), eles se atrasaram por causa de um furo em um pneu, mas ainda assim terminaram o primeiro dia entre os dez primeiros. Nos três seguintes, foram subindo de posição, apesar de terem rodado ou saído da pista três vezes, até assumirem o quinto lugar no último dia de prova.

“Estou muito contente por terminar entre os cinco primeiros colocados, especialmente depois de um rali tão difícil”, comentou Lefebvre após a prova. “Os níveis de aderência mudavam constantemente e, como me faltava experiência para lidar com essas circunstâncias, foi difícil encontrar o ritmo certo naqueles momentos. Quando as condições ficaram mais constantes, pude usar a experiência que ganhei nos últimos ralis da temporada passada. Foi bom terminar o rali de maneira positiva.”

Meeke/Nagle terminaram o primeiro dia do rali no topo da folha de tempos e continuaram ocupando a ponta no segundo, em grande disputa com Ogier/Ingrassia. Terminaram o segundo dia em segundo lugar, mas permaneceram confiantes em lutar pela vitória. No terceiro dia, haviam superado Ogier/Ingrassia em um dos estágios e diminuído a diferença em relação ao líder. Foi quando aconteceu o incidente que danificou o DS 3 e os obrigou a abandonar: em uma curva à direita, o carro passou por cima de uma pedra deixada solta pelas passagens de outros carros.

“Tudo ia bem até acontecer isso. Havia muita neve e lama sendo deixada pelos outros carros. Obviamente, estou muito desapontado por estar fora do rali depois de todos os desafios dos últimos três dias. Aconteceu na saída de uma curva rápida: eu senti uma pancada forte na parte de baixo do carro, ainda que eu tenha feito o mesmo traçado feito nesse trecho durante a manhã. Apesar de tudo, tivemos um bom desempenho e estou satisfeito com isso. É encorajador para o restante da temporada”, afirmou Meeke.

A próxima etapa do Campeonato Mundial de Rali (WRC) será o Rali da Suécia, entre os dias 11 e 14 de fevereiro. Nessa prova, a equipe Abu Dhabi Total WRT, comandada por Bernard Piallat (chefe da Abu Dhabi Total WRT) e apoiada pela Citroën Racing Team chefiada por Yves Matton, terá três DS 3 para as duplas Kris Meeke/Paul Nagle, Craing Breen/Scott Martin e Khalid Al-Qassimi/Chris Patterson.

 

Rali de Monte Carlo – resultado final

1) Sébastien Ogier / Julien Ingrassia (VW Polo-R WRC) 3h49.53.1

2) Andreas Mikkelsen / Anders Jaeger (VW Polo-R WRC) +1:54.5

3) Thierry Neuville / Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 WRC) +3:17.9

4) Mads Ostberg / Ola Floene (Ford Fiesta RS WRC) +4:47.7

5) Stéphane Lefebvre / Gabin Moreau (DS 3 WRC) +7:35.6

6) Dani Sordo / Marc Marti (Hyundai i20 WRC) +10:35.5

7) Ott Tänak / Raigo Molder (Ford Fiesta RS WRC) +11:39.9

8) Elfyn Evans / Craig Parry (Ford Fiesta R5) +18:30.8

9) Esapekka Lappi / Janne Ferm (Skoda Fabia R5) +20:41.0

10) Armin Kremer / Pirmin Winklhofer (Skoda Fabia R5) +20:43.

 

Top