EQUIPE CITROËN PERMANECE EM 2º LUGAR NO CAMPEONATO MUNDIAL DE RALI

Pontos marcados por Kris Meeke/Paul Nagle e Mads Ostberg/Jonas Andersson no Rali da Polônia mantém a equipe da marca na vice-liderança do Mundial de Construtores.

Na categoria WRC Junior, sete Citroën DS3 terminam nos primeiros lugares, com vitória da dupla italiana Simone Tempestini/Matteo Chiarccosi

A Citroën terminou o Rali da Polônia, sétima etapa do Campeonato Mundial de Rali (WRC), mantendo a vice-liderança na tabela de pontuação entre as equipes e com Mads Ostberg/Jonas Andersson prosseguindo na terceira colocação entre pilotos e navegadores. A dupla nórdica, com piloto norueguês e navegador sueco, terminou a prova na 9ª colocação, enquanto seus companheiros de equipe, Kris Meeke/Paul Nagle, ficaram em 7º lugar. Na classe WRC Junior, a dupla italiana Simone Tempestini/Matteo Chiarcossi ponteou os sete Citroën DS3 colocados nos primeiros lugares.

Depois de superar problemas diversos acontecidos nos dois primeiros dias, as duas duplas da Citroën chegaram ao último estágio da prova em oitavo e nono lugares, com Meeke/Nagle à frente de Ostberg/Andersson. Em condições normais, o objetivo ao alcance de Meeke/Nagle era tirar o sétimo lugar do herói local, o ex-piloto de F1 Robert Kubica. Meeke foi mais rápido que o polonês no penúltimo estágio e teve sua tarefa facilitada quando Kubica teve um pneu furado. O tempo perdido por Kubica, entretanto, não foi suficiente para ele perder o oitavo lugar para o Citroën DS3 de Ostberg/Andersson.

Nas demais categorias em disputa no Rali da Polônia, a Citroën teve bons motivos para comemorar. Os estonianos Karl Kruuda/Martin Jarveoja terminaram em terceiro lugar na WRC2 com um DS3 R5. Entre os inscritos no  Junior WRC, os italianos Simone Tempestini/Matteo Chiarcossi venceram, com o pódio sendo completado pelos galeses Osian Pryce/ e pelos finlandeses Henri Haapama. A disputa pela vitória entre os Junior WRC foi empolgante e reservou surpresas durante praticamente todo o rali, com Tempestini e Pryce lutando pela vitória com Quentin Gilbert. Este último perdeu muitas posições no décimo estágio devido a uma pane na embreagem e Pryce conseguiu abrir certa vantagem sobre Tempestini. As posições se inverteram quando uma falha no motor fez o galês perder tempo e deixar a liderança para a dupla italiana.  

Yves Matton, chefe da Citroën Racing Team, afirmou após a prova que o resultado poderia ter sido melhor para a equipe: “Talvez tenhamos subestimado o impacto de não ter feito testes específicos para este rali”, avaliou. “Kris ganhou ritmo à medida em que o rali aconteceu, mesmo não estando totalmente confiante depois de sair da pista durante o shakedown. Mads percorreu boa parte do rali em segundo lugar na pista, mas já estava para trás no acumulado. Agora vamos nos concentrar no Rali da Finlândia, um evento no qual nossos pilotos já mostraram ser capazes de bons desempenhos. Vamos lá para lutar por um bom resultado!”. Meeke, por sua vez, destacou o ganho de experiência ao completar todos os estágios, enquanto Ostberg considerou a prova “muito difícil, mas conseguimos colocar os dois carros entre os dez primeiros lugares. Agora vamos nos concentrar na preparação para a Finlândia”. 

Entre as duplas colocadas nos três primeiros lugares no Junior WRC, havia uma mistura de alegrias e frustrações. “Estou muito feliz em vencer na Polônia. Adorei os trechos rápidos que tivemos durante o evento. A equipe fez um trabalho fantástico. Fizemos o melhor possível para vencer e funcionou. Nossa meta é fazer o mesmo na Finlândia. É outro rali muito rápido, apesar de ter um tipo de piso diferente”, afirmou Simone Tempestini. Osian Pryce destacou admitiu estar “desapontado” por não ter vencido, mas destacou que o fato de ter lutado pela vitória na Polônia é “encorajador para os próximos eventos”. E Henri Haapamaki, terceiro colocado, admitiu ter sido cauteloso demais em alguns trechos: “Tempestini e Pryce foram muito rápidos, mas este pódio é um bom resultado antes de disputar o Rali da Finlândia”.

 

Resultado – Rali da Ponônia

1.Sébastien Ogier / Julien Ingrassia (Volkswagen Polo R WRC) 2:26:11.5 
2. Andreas Mikkelsen / Ola Floene (Volkswagen Polo R WRC) +11.9 
3. Ott Tanak / Raigo Molder (Ford Fiesta RS WRC) +23.0 
4. Hayden Paddon / John Kennard (Hyundai i20 WRC) +1:14.6 
5. Jari-Matti Latvala / Miikka Anttila (Volkswagen Polo R WRC) +1:24.7 
6. Thierry Neuville / Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 WRC) +1:44.5 
7. Kris Meeke / Paul Nagle (DS 3 WRC) +1:57.7 
8. Robert Kubica / Maciej Szczepaniak (Ford Fiesta RS WRC) +2:08.3 
9. Mads Østberg / Jonas Andersson (DS 3 WRC) +2:18.2 
10. Dani Sordo / Marc Marti (Hyundai i20 WRC) +2:48.4… 
 

Classificação do Campeonato Mundial de Pilotos

1) Sébastien Ogier 161 pontos 
2) Andreas Mikkelsen 83 
3) Mads Østberg 69 
4) Jari-Matti Latvala 66 
5) Thierry Neuville 58 
6) Elfyn Evans 53 
7) Kris Meeke 51 
8) Hayden Paddon 44 
 

CAMPEONATO MUNDIAL DE FABRICANTES 

1) Volkswagen Motorsport 214 pontos
2) Citroën Total Abu Dhabi WRT 125 
3) Hyundai Shell WRT 123 
4) M-Sport WRT 114 
 

Classificação da Junior WRC  

1. Simone Tempestini / Matteo Chiarcossi – Citroën DS3 R3T - 2:47:32.3 
2. Osian Pryce / Dale Furniss – Citroën DS3 R3T - +47.9 
3. Henri Haapamaki / Marko Salminen – Citroën DS3 R3T - +1:42.2 
4. Matthieu Margaillan / Fabrice Gordon – Citroën DS3 R3T - +4:16.1 
5. Federico Della Casa / Domenico Pozzi – Citroën DS3 R3T - +10:07.0 
6. Mohammed Al-Mutawaa / Stephen McAuley – Citroën DS3 R3T - +17:47.2 
7. Quentin Gilbert / Renaud Jamoul – Citroën DS3 R3T - +49:27.0


Campeonato – Junior WRC

1. Quentin Gilbert 56 pontos 
2. Simone Tempestini 45 
3. Henri Haapamaki 30 
4. Ole Christian Veiby 25 
5. Christian Riedemann, Pierre-Louis Loubet e Osian Pryce 18

 

Top