Esse site utiliza Cookies. Ao continuar a navegar no site, você aceita a utilização dos cookies. Saiba mais sobre a Política de privacidade.

https://www.citroen.com.br/informacoes-legais.html

[cle1: REDIRECTION_DANS Lang:PT] [cle1: SECONDES Lang:PT]

CITROËN LUTA ATÉ O FINAL E ASSEGURA PONTOS PRECIOSOS COM O C3 WRC NA SARDENHA

Embora as chances de um bom resultado geral do Citroën Total World Rally Team tenham sido comprometidas no primeiro dia, Sébastien Ogier e Julien Ingrassia confirmaram mais uma vez que continuam competindo no Power Stage, conquistando o segundo melhor tempo e quatro pontos de bônus. Entretanto, Esapekka Lappi e Janne Ferm chegaram ao final na sétima posição da geral, tendo conseguido correr os dois últimos setores de forma admirável.

-

Depois de cometer um erro no primeiro dia (SS5), tentando minimizar a grande desvantagem de correr primeiro nas estradas técnicas e muito soltas da Sardenha, Sébastien Ogier e Julien Ingrassia - tendo reencontrado as regras do Rally 2 na perna de sábado - estavam focados unicamente em pegar alguns pontos de bônus no Sassari - Argentiera Power Stage durante a curta final (41,90 km). Mais uma vez mostrando seu incrível espírito de luta a dupla conquistou quatro pontos, o que significa que agora está em segundo lugar no campeonato mundial, quatro pontos atrás do novo líder.

Apesar de estar aquém das expectativas do Citroën Total World Rally Team para esta rodada, o resultado significa que, quando o campeonato regressar após a pausa do verão europeu, irá enfrentar estradas na Finlândia (1-4 de Agosto). A ruptura próxima será, sem dúvida, usada pelo Exército Vermelho da Citroën para redobrar seus esforços em preparação para a segunda metade da temporada.

No cascalho, a primeira partida tende a ser decisiva, pois determina a ordem de corrida para o restante do rali, e Esapekka Lappi e Janne Ferm experimentaram isso da pior maneira possível. Eles estavam correndo em sexto lugar no geral e foram gradualmente se orientando quando caíram quase 40s depois que um dos pneus se soltou (SS4). Eles fizeram um trabalho duro no C3 WRC para subir de volta na tabela de classificação (vitória na etapa SS5, segundo na SS9, apenas 0,1s fora do ritmo), mas não conseguiram terminar a etapa de abertura mais do que oitavo, depois também sofrendo um problema de sensor (SS6).

Apesar de uma posição menos que ideal na ordem de corrida no sábado, eles conseguiram produzir um desempenho consistente e livre de erros no segundo dia, já que continuaram a lidar com o C3 WRC no cascalho e recuperaram a sétima posição quando as outras equipes sofreram um furo. A dupla terminou a etapa final no mesmo lugar. O aprendizado desta corrida os ajudará, sem dúvida, a começar o próximo evento, a rodada em casa na Finlândia, na melhor forma possível.

 O QUE ELES DISSERAM...

Sébastien Ogier, piloto Citroën Total WRT

“Às vezes, no automobilismo, você tem um final de semana em que as coisas não acontecem e este fim de semana foi claramente um deles. Vamos deixar para trás e nos concentrar no futuro. Ao correr primeiro na estrada, o melhor que poderíamos ter esperado seria terminar próximos à quinta colocação, então meus erros nos custaram alguns pontos. Mas ainda estamos incrivelmente bem no campeonato, mesmo que eu não seja o tipo de pessoa que aproveite o infortúnio dos outros, especialmente quando é Ott. Agora vou sair de férias e recarregar minhas baterias. Voltaremos à Finlândia e tentaremos melhorar muito”.

Esapekka Lappi, piloto Citroën Total WRT

"Obviamente, não foi exatamente o resultado que esperávamos. Os problemas que tivemos na primeira etapa foram um longo caminho para determinar o resto do nosso fim de semana. Não conseguimos nos apresentar no nosso nível verdadeiro, dada a nossa posição. Era praticamente impossível fazer as pazes nessas estradas, onde o aperto aumenta tanto com cada carro que passava. Nós também não fomos ajudados errando nos pneus no sábado de manhã. Vamos agora voltar ao trabalho para que estejamos na melhor forma para o nosso round em casa, na Finlândia”. 

 
DUAS PERGUNTAS PARA PIERRE BUDAR, DIRETOR DA EQUIPE CITROËN RACING


Qual é a sua avaliação desta rodada na Sardenha?

Obviamente, este não é o resultado que esperávamos, embora soubéssemos que, por correr primeiro aqui, onde as estradas limpam tanto, Sébastien e Julien estavam fadados a ter seu trabalho prejudicado. Certamente não podemos culpá-los por seus erros, porque esses erros são muito pouco característicos. E eles fizeram um ótimo trabalho no Power Stage, mostrando seu incrível espírito de luta mais uma vez. Esapekka e Janne tiveram uma decepcionante primeira metade do primeiro dia e, infelizmente, isso teve um efeito secundário no resto do fim de semana, forçando-os a criar a linha de corrida para o resto do campo. Na Sardenha, é uma desvantagem quase impossível de superar. No entanto, eles conseguiram lidar de forma inteligente com a frustração envolvida, colocando mais milhas no C3 WRC e chegando ao final. Agora eles vão voltar a ter uma temporada na Finlândia, onde sabemos que eles definitivamente têm o potencial de fazer muito bem.

Com o campeonato tão apertado, parece que a pausa de verão pode ser ter mais trabalho do que diversão …


Sim, a atitude de nunca desistir de  Sébastien e Julien, combinada com o final dramático do rali, significa que o campeonato continua aberto. Mas isso não muda a maneira como lidamos com nossa campanha no WRC. Vamos continuar a implantar todas as nossas forças na batalha! Estaremos treinando na próxima semana e uma coisa é certa: redobraremos nossos esforços para tentar fornecer aos nossos pilotos as melhores armas possíveis para a segunda metade da temporada. 

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA ETAPA

  1. Sordo / Del Barrio (Hyundai i20 WRC) 3: 32: 27.2
  2. Suninen / Lehtinen (Ford Fiesta WRC) + 13.7
  3. Mikkelsen / Jaeger (Hyundai i20 WRC) +32,6
  4. Evans / Martin (Ford Fiesta WRC) +33,5
  5. Tänak / Järveoja (Toyota Yaris WRC) +1: 30,1
  6. Neuville / Gilsoul (Hyundai i20 WRC) +2: 06.7
  7. Lappi / Ferm (Citroën C3 WRC) + 2: 59,6
  8. Meeke / Marshall (Toyota Yaris WRC) + 4: 40,1
  9. Ogier / Ingrassia (Citroën C3 WRC) +1: 22: 58,5

 

CAMPEONATO MUNDIAL DE PILOTOS

  1. Ott Tänak - 150 pontos
  2. Sébastien Ogier - 146 pontos
  3. Thierry Neuville - 143 pontos
  4. Elfyn Evans - 78 pontos
  5. Teemu Suninen - 62 pontos
  6. Kris Meeke - 60 pontos
  7. Andreas Mikkelsen - 56 pontos
  8. Dani Sordo - 52 pontos
  9. Esapekka Lappi - 40 pontos
  10. Jari-Matti Latvala - 40 pontos

 

CAMPEONATO MUNDIAL DAS MONTADORAS

  1. Hyundai WRT - 242 pontos
  2. Toyota Gazoo Racing - 198 pontos
  3. Citroën Total WRT - 170 pontos
  4. M-Sport Ford WRT - 152 pontos
Top